.







quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O CLAMOR DA ÚLTIMA HORA

O CLAMOR DA ÚLTIMA HORA
TEXTOS: JÓ 17.3 b / SL 142.4 / AT 16.9
EXISTE UMA SENSIBILIDADE NO NOSSO CORAÇÃO PODEMOS OUVIR A VOZ DE DEUS? SÃO CLAMORES QUE ESTENDEM PARA O LUGAR CELESTIAL PROCURANDO CEIFEIROS E HOMENS COMPROMISSADOS
1. O CLAMOR DAS TRÊS PESSOAS DA TRINDADE DIVINA (O CLAMOR DO CÉU)
Hoje podemos ser sensíveis ao apelo do Clamor do céu, estamos com ouvidos abertos?
O CLAMOR DO DEUS PAI (EZ. 22.30)– Deus está procurando será que ele pode achar alguém? Será você? Estaria você disposto pagar o preço?
O CLAMOR DO DEUS FILHO (MT 4.19) – A seara é grande, mas onde estão os ceifeiros?
O CLAMOR DO DEUS ESPIRÍTO SANTO - (AT 13. 2 ) – Ele quer e precisa separar estamos prontos e separados ?
O CLAMOR DAS TRÊS PESSOAS EM UMA SÓ VOZ (IS 6.8)
O profeta Isaías ouviu o clamor celestial, quando viu o Senhor na sua Santidade e Glória assentado em um alto e sublime trono e disse: eis me aqui me envia a mim. Há uma voz do céu soando , suplicando , clamando e esperando uma resposta imediata nosso esta voz está no nosso meio- no meio da igreja, em nossas mentes, corações e ouvidos: - A QUEM ENVIAREI?
PAULO DISSE: Como ouvirão se não há quem pregue como pregarão se não forem enviados?
2-O CLAMOR DO MUNDO, DAS NAÇÕES DOS POVOS – As almas anseiam, as almas clamam em ouvir a mensagem Há fome não de comida, há sede não de bebida – mas fome e sede da palavra de Deus
E o que estamos fazendo? (SL 142.4)
Enquanto nós estamos felizes subindo a estrada da glória, cantando que vamos morar no céu, vamos andar nas ruas de ouro, às vezes cantando “OH SATISFEITO COM CRISTO, POR QUE ELE MINHA ALMA SALVOU”
MULTIDÕES estão caindo no abismo, Multidões no vale da decisão e o dia do juízo se aproxima multidões caindo no abismo, pedindo socorro, como alguém que se está se afogando no mar, morrendo na nossa frente, ou como alguém no meio de um incêndio pedindo tire-me daqui não me deixe QUEIMAR. ( Judas 23 )
3-QUEM HÁ QUE ME DÊ A MÃO? QUE ME JOGUE UMA CORDA – UM SALVA VIDAS? (I Co 9.16)
Muitas vezes fazemos como o sacerdote e o levita; os pobres viajantes estão caídos à beira da estrada. Feridos pelo diabo e nós quando se fala em ajuda passamos longe para não ouvirmos o gemido.
Pr.Israel Gonçalves